1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Síria começa a libertar prisioneiros após anistia geral

BEIRUTE - Agência Estado

10 Junho 2014 | 12h 49

O governo da Síria começou a libertar os prisioneiros de duas penitenciárias como parte da "anistia geral" oferecida por Assad depois de sua reeleição na semana passada.

O procurador-geral para a zona rural de Damasco, Ziad al-Hulaibi, disse que o primeiro grupo de prisioneiros seria libertado hoje. Um oficial da polícia de Damasco afirmou que um número desconhecido de prisioneiros foram libertados na terça-feira da prisão de Adra, a nordeste da capital.

O diretor do Observatório Sírio-Britânico para os Direitos Humanos, Rami Abdurrahman, confirmou que algumas pessoas foram soltas em Adra, bem como em Alepo, mas disse que não sabia "exatamente quantas foram libertadas até agora".

Ao anunciar o decreto ontem, a agência estatal de notícias da Síria não informou se a anistia se aplicaria às dezenas de milhares de ativistas antigoverno, manifestantes e partidários da oposição e seus familiares que grupos de direitos internacionais dizem que estão presos no país. Fonte: Associated Press.