Soyuz decola com tripulação franco-russa

A nave Soyuz decolou esta manhã da base de Baikonur, no Kajaquistão, com uma tripulação franco-russa composta pela astronauta francesa Claudie Haignere e os astronautas russos Viktor Afanasyev e Konstantin Koseyev, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS), conforme informou o porta-voz do Centro de Controle de Vôos Espaciais em Moscou. Claudie, de 44 anos, é reumatologista e especialista em neurociência. Ela será a primeira astronauta francesa na ISS e foi a primeira mulher francesa no espaço em 1996, quando passou duas semanas na estação russa Mir estudando efeitos de peso no corpo humano. Um dos objetivos da missão é deixar na ISS uma nova cápsula de emergência. A Soyuz não serve apenas para transportar astronautas até a estação, mas também equipamentos para eventuais emergências. A Soyuz leva mantimentos e faz parte da missão realizar experimentos científicos na estação que gira ao redor da Terra a 400 quilômetros de altura. A chegada à ISS está prevista para terça-feira e o retorno está previsto para o dia 31. A última missão russa com destino à ISS ocorreu entre abril e maio, em meio a muita polêmica, por levar como passageiro o milionário Dennis Tito, que pagou US$ 20 milhões para fazer a viagem.

Agencia Estado,

21 Outubro 2001 | 10h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.