1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Steinmeier encontrará Kerry para discutir espionagem

AE - Agência Estado

11 Julho 2014 | 09h 33

O ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, vai dizer ao secretário de Estado norte-americano, John Kerry, em uma reunião marcada para este final de semana, que Berlim quer revigorar a amizade entre os dois países "de forma honesta", em meio a um novo escândalo de espionagem nos EUA.

A decisão de pedir ontem a saída do representante da inteligência da Embaixada dos EUA em Berlim foi "a decisão certa, um passo necessário e uma reação apropriada à quebra de confiança que tem ocorrido", disse Steinmeier a jornalistas em Berlim.

A expulsão do funcionário norte-americano se seguiu a uma série de relatos nos últimos dias que denunciavam que a inteligência dos EUA teria recrutado dois alemães para serviços de espionagem. Steinmeier declarou que essas denúncias são "preocupantes".

As denúncias reacenderam o atrito entre EUA e Alemanha, cuja relação ficou marcada pelas denúncias de que agentes norte-americanos monitoravam o celular da chanceler alemã, Angela Merkel.

Steinmeier disse que vai se reunir com Kerry em meio às negociações em Viena sobre o programa nuclear iraniano. O ministro afirmou também que a relação entre os dois países é marcada pela "cooperação" e "respeito mútuo".

"Queremos revitalizar a nossa parceria, a nossa amizade de forma honesta, estamos dispostos a fazer isso", disse ele. "E essa é a mensagem que eu darei ao meu colega americano." Fonte: Associated Press.