Al Drago/The New York Times
Al Drago/The New York Times

Subsecretário de Justiça sabia da demissão de Comey

Casa Branca usou o memorando de Rosenstein, na semana passada, como justificativa para a decisão do presidente americano, Donald Trump, de demitir Comey

O Estado de S.Paulo

18 Maio 2017 | 20h35

WASHINGTON - O subsecretário de Justiça dos Estados Unidos, Rod Rosenstein, disse aos senadores americanos que sabia que o diretor do FBI (polícia federal americana) James Comey seria demitido mesmo antes de escrever um memorando que fornecia base para a demissão de Comey.

Essa informação foi dada pela senadora democrata Claire McCaskill. Ela se dirigiu a repórteres depois de uma reunião a portas fechadas, onde Rosenstein conversou com senadores.

A Casa Branca usou o memorando de Rosenstein, na semana passada, como justificativa para a decisão do presidente americano, Donald Trump, de demitir Comey. No memorando, Rosenstein critica o comportamento de Comey sobre a investigação dos e-mails de Hillary Clinton. /AP 

Mais conteúdo sobre:
Estados Unidos FBI James Comey

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.