Suposto líder dos atentados de Madri está morto

Um dos supostos líderes da quadrilha responsável pelos atentados de 11 de março contra trens em Madri está entre os sete mortos na explosão de um apartamento, informa o Ministério do Interior espanhol. Exames relevam que Allekema Lamari, um argelino descrito pelas autoridades espanholas como o "emir das explosões de trem" encontra-se entre os mortos. Em busca de suspeitos dos atentados, a polícia espanhola invadiu um apartamento em 3 de abril. Todas as sete pessoas que se encontravam no local explodiram-se a si mesmas, matando um policial e ferindo outros 15. O corpo de Lamari foi o último a ser identificado. Os ataques de março foram o pior atentado terrorista na história da Espanha: dez bombas explodiram em quatro trens lotados, matando 191 pessoas.

Agencia Estado,

15 Outubro 2004 | 16h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.