Suspeito de complô contra EUA é extraditado

Um militante muçulmano acusado de ser o centro de um plano para atacar alvos norte-americanos na França está detido em Paris, informaram fontes nesta segunda-feira. Djamel Beghal - extraditado neste domingo dos Emirados Árabes Unidos para a França - foi interrogado por promotores franceses antiterrorismo, de acordo com as fontes. A polícia francesa acredita na ligação dele com o milionário saudita Osama bin Laden, suspeito de ser o mentor intelectual dos ataques terroristas de 11 de setembro contra Washington e Nova York. Beghal, de 35 anos, um francês de origem argelina, é a segunda pessoa a ser extraditada para a França por suspeita de ligação com o atentado. No sábado, as autoridades britânicas extraditaram Kamel Daoudi de 27 anos. Daoudi, outro francês de origem argelina, fugiu para a Grã-Bretanha quando a polícia francesa procurava por outras sete pessoas em 21 de setembro. As prisões foram baseadas em informações fornecidas por Beghal à polícia em Dubai, onde foi detido em julho após uma viagem ao Afeganistão. Ele confessou às autoridades que havia um plano para atacar alvos norte-americanos, inclusive a Embaixada dos Estados Unidos em Paris. Beghal foi apresentado na França como um dos principais organizadores do complô e pessoa ligada a um dos principais assessores de Bin Laden. O ministro de Interior da França, Daniel Vaillant, ressalvou em uma entrevista que o plano para atacar alvos norte-americanos no país não estava ligado aos ataques de 11 de setembro. Agora, as autoridades também descobriram o envolvimento de Beghal com outras pessoas detidas na Holanda e na Bélgica. Seis argelinos detidos na Espanha são suspeitos de ligação direta com outras pessoas presas na Europa por suposta participação em planos para atacar alvos norte-americanos no continente, informaram autoridades espanholas.

Agencia Estado,

01 Outubro 2001 | 18h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.