Tempestade força 80 mil a abandonar suas casas no Vietnã

Não há informação de mortes, mas autoridades advertem para o risco de inundações e deslizamentos

Associated Press,

02 Novembro 2009 | 13h07

A tempestade tropical Mirinae atingiu a costa central do Vietnã nesta segunda-feira, 2, desencadeando fortes chuvas que forçando mais de 80.000 pessoas a abandonar suas casas e buscar refúgio, antes de perder força e avançar país adentro.

 

Tufão mata 20 nas Filipinas e ruma para o Vietnã

 

A tempestade trouxe ventos de mais de 102 km/h ao tocar o solo na província de Phu Yen, derrubando árvores e postes de eletricidade, disse Nguyen Ba Loc, chefe do Comitê Popular provincial.

 

A tempestade perdeu força e passou a ser classificada como depressão tropical ao avançar pelo país, de acordo com o centro meteorológico nacional.

 

Não há informação de mortes, mas o centro advertiu a população para o risco de inundações e deslizamentos nas áreas montanhosas.

 

Mirinae atingiu as Filipinas com força de tufão no fim de semana, matando 20 pessoas antes de perder força e cruzar o Mar do Sul da China rumo ao Vietnã.

 

Tanto o Vietnã quanto as Filipinas ainda se recuperam do tufão Ketsana,  que inundou a capital filipina Manila, em setembro. Ketsana deixou 160 mortos no Vietnã. Nas Filipinas, o tufão e outras duas tormentas causaram mais de 900 mortes. Cerca de 87.000 pessoas ainda viviam como refugiados quando o Mirinae chegou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.