Temporal de neve mata 32 pessoas no norte da China

Tempestades também destruíram 300 mil hectares de cultivos e provocaram prejuízos de mais de US$ 1 bilhão

Efe,

16 Novembro 2009 | 02h03

A tempestade de neve que castigou na semana passada o norte da China matou de pelo menos 32 pessoas, segundo publicou nesta segunda-feira, 16, o jornal oficial Diário do Povo.

 

O Ministério de Assuntos Civis assinalou que as nevadas causaram, além disso, perdas econômicas no valor de 7 bilhões de iuanes (US$ 1,025 bilhão) e destruiu cerca de 300 mil hectares de cultivos.

 

Os dados atualizados destacam também que mais de 9,6 milhões de pessoas sofreram inconvenientes com as nevadas e que um total de 166 mil tiveram que ser evacuadas de suas casas devido ao temporário.

 

Neste sentido, o Ministério reconheceu que 15 mil edifícios ruíram por causa da neve, que começou na segunda-feira passada e castigou as províncias de Hebei, Shanxi, Henan, Shandong, Hubei e Shaanxi, todas na parte norte do país.

 

A capital chinesa, Pequim, também sofreu os rigores da neve, embora não tenham sido registradas vítimas na cidade por este motivo.

Mais conteúdo sobre:
China tempestade neve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.