1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Terremoto de magnitude 7,3 atinge nordeste do Japão

AE - Agência Estado

07 Dezembro 2012 | 08h 44

Tremor provocou ondas de cerca de um metro; alerta de tsunami chegou a ser emitido

TÓQUIO - Após o forte terremoto de magnitude 7,3  no nordeste do Japão, um alerta de tsunami foi emitido, mas retirado horas depois. Ondas de cerca de um metro atingiram a cidade de Ishinomaki, na província de Miyagi. O governo tenta retirar os moradores dessas regiões, e alerta para inundações.

O terremoto ocorreu às 17h18 (6h18 em Brasília) e o epicentro foi localizado na prefeitura de Miyagi, norte do país, mesma área atingida pelo enorme terremoto de magnitude 9,0 em 11 de março de 2011, que devastou a região e deixou mais de 18 mil pessoas mortas ou desaparecidas.

O tremor foi sentido numa grande área do norte do Japão. Prédios tremeram na capital Tóquio, que fica a 300 quilômetros ao sul, porém, não há relatos de danos ou de ondas altas na região costeira. Em 2011, ondas de 10 a 30 metros provocaram a maior parte das mortes na área afetada pelo terremoto.

O epicentro do tremor foi localizado a 240 quilômetros da costa, no oceano Pacífico, a uma profundidade de 10 quilômetros, mais distante do território japonês do que o terremoto de março de 2011, que ocorreu a 130 quilômetros da costa.

O primeiro-ministro Yoshihiko Noda cancelou um discurso programado para monitorar a situação, informou um funcionário do governo. A emissora NHK advertiu moradores de áreas mais baixas perto da costa para que buscassem refúgio am locais mais altos e informou que algumas cidades emitiram alertas de evacuação.

Com Dow Jones e Associated Press