Yves Herman/Reuters
Yves Herman/Reuters

Theresa May reúne-se com presidente da Comissão Europeia para discutir o Brexit

União Europeia e Londres tratam de alcançar um acordo sobre as principais negociações da separação do Reino Unido e as futuras relações, principalmente comerciais

O Estado de S.Paulo

08 Dezembro 2017 | 04h36

BRUXELAS - A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, viajou na manhã desta sexta-feira, 8, para Bruxelas a fim de se reunir com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, para discutir questões do Brexit. União Europeia e Londres tratam de alcançar, antes do fim de semana, um acordo sobre as principais negociações da separação do Reino Unido.

++ União Europeia e Reino Unido não chegam a acordo sobre fronteira com a Irlanda no Brexit

O objetivo é passar para uma segunda etapa de discussões voltadas às futuras relações, principalmente comerciais. Há ainda a questão pendente da fronteira irlandesa. May viajou com o secretário David Davis e se encontraria também com o negociador-chefe da UE, Michel Barnier.

Mais cedo, funcionários irlandeses e da UE disseram que a Grã-Bretanha e a Irlanda poderiam estar próximos de concordar com um texto que descreve como administrariam a fronteira terrestre pós-Brexit na ilha da Irlanda. Isso prepararia o caminho para um acordo que eliminaria o último obstáculo para a abertura de livre comércio com a União Europeia.

++ Irlanda ameaça travar Brexit por impasse aduaneiro

Uma tentativa cuidadosamente planejada para mostrar o progresso das negociações do Brexit entrou em colapso no último minuto na segunda-feira, 4, quando o partido da Irlanda do Norte vetou um projeto já acordado com o governo em Dublin.

Desde então, a premiê britânica conseguiu conquistar um acordo sobre a nova fronteira terrestre do Reino Unido com a Irlanda que é aceitável para a União Europeia, Dublin, seus próprios legisladores e o Partido Unionista Democrático (DUP) da Irlanda do Norte, que mantém seu governo no poder.

O porta-voz de Juncker disse no final desta quinta-feira: "Estamos fazendo progressos, mas ainda não estamos completamente lá. As conversações continuam durante toda a noite." Um porta-voz de May disse que as negociações de Brexit estavam em andamento, enquanto um alto funcionário irlandês disse que as negociações estavam se movendo rapidamente e que um acordo era possível em algumas horas.

++ May diz que Brexit ocorrerá no dia 29 de março de 2019 e ‘não tolerará’ tentativas de freá-lo

"Está se movendo bastante rápido no momento", disse o funcionário irlandês em um evento britânico da Câmara dos Negócios Irlandeses em Bruxelas. "Eu acho que vamos trabalhar nas próximas duas horas com o governo do Reino Unido para fechar isso. Eu digo 'horas' porque acho que estamos muito perto", afirmou.

Os europeus deram um prazo até domingo, 10, para que o Reino Unido resolve esse primeiro acordo provisório a fim de que os dirigentes dos 27 Estados que compõem a UE tenham tempo de estudar o texto e possam dar seu parecer na próxima cúpula europeia entre 14 e 15 de dezembro. /Reuters e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.