Assine o Estadão
assine

Internacional

Iraque

Três funcionários terceirizados americanos desaparecem no Iraque

Empregados de uma empresa americana estariam sem contato há cerca de 48 horas, segundo fonte ouvida pela emissora CNN; imprensa iraquiana diz que eles sumiram a caminho do aeroporto

0

O Estado de S. Paulo

18 Janeiro 2016 | 11h14

WASHINGTON - Três funcionários terceirizados americanos desapareceram no Iraque, informou no domingo o Departamento de Estado dos Estados Unidos, que está trabalhando com o governo iraquiano para encontrar os trabalhadores.

A informação foi divulgada pelo porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby, sem poder acrescentar mais informações por motivos de "privacidade". "A proteção e a segurança dos americanos no exterior é nossa prioridade", disse Kirby.

Um alto funcionário de segurança em Bagdá disse à emissora "CNN" que o rastro dos funcionários foi perdido há dois dias. 

"Uma companhia informou no domingo que três de seus empregados desapareceram há dois dias. Tratam-se de terceirizados americanos. Estamos examinando essa informação", declarou a fonte à CNN.

De acordo com a imprensa iraquiana, os três teriam desaparecidos no sul de Bagdá, quando se dirigiam para o aeroporto internacional da cidade. Por outro lado, um funcionário do governo americano afirmou à emissora "ABC" que poderia se tratar de "um possível sequestro", apesar de não haver, por enquanto, testemunhas que confirmem essa informação.

Atualmente, os EUA têm no Iraque mais de 3.000 militares, em sua maioria dedicados a dar assessoria e treinamento às forças da ordem locais. / EFE e AP

Mais conteúdo sobre:

Comentários