Valerie Kuypers/Efe
Valerie Kuypers/Efe

Tribunal Penal Internacional investigará Kadafi por crimes contra a humanidade

Promotor-chefe diz que investigação será 'imparcial' e adverte também grupos de oposição

BBC Brasil, BBC

03 Março 2011 | 09h45

O promotor-chefe do Tribunal Penal Internacional, Luis Moreno-Ocampo, anunciou nesta quinta-feira a abertura de uma investigação sobre crimes contra a humanidade cometidos durante a revolta contra o regime do coronel Muamar Kadafi, na Líbia.

Veja também:

especialTwitter: Acompanhe os relatos do enviado do Estado

especialLinha do Tempo: 40 anos de ditadura na Líbia

blog Arquivo: Kadafi nas páginas do Estado

especialInfográfico:  A revolta que abalou o Oriente Médio

blog Radar Global: Os mil e um nomes de Kadafi

lista Análise:  Revoluções marcam o o retrocesso da Al-Qaeda  

Segundo Ocampo, Kadafi, seus filhos e o chefe de sua segurança pessoal serão investigados e poderão ser responsabilizados criminalmente.  "Temos um mandato para fazer justiça e faremos. Não haverá impunidade", disse o promotor.

Ele afirmou que as investigações serão imparciais, e que grupos de oposição a Kadafi também estão sujeitos a investigação e a processos, se for provado que crimes foram cometidos na batalha contra o regime líbio.

"Temos informações de que algum grupos de oposição também têm armas. Gostaria de ser claro: se grupos de oposição cometerem crimes também serão investigados. Seremos imparciais", afirmou.

 

Leia ainda:

linkForças de Kadafi voltam a atacar Brega

linkRecusa de pilotos de atacar rebeldes marcou derrota em Brega

linkQueremos um governo que nos leve a uma Constituição'

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.