1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Tropas sul-coreanas trocam tiros com soldado fugitivo

AE - Agência Estado

22 Junho 2014 | 11h 29

Tropas sul-coreanas trocaram tiros neste domingo com um soldado fugitivo que foi cercado em uma floresta depois de matar cinco colegas perto do posto avançado de fronteira onde atuava na Coreia do Norte. Os militares levaram os pais do fugitivo para tentar convencê-lo a se render, disse um funcionário do Ministério de Defesa neste domingo.

Um dos líderes de pelotão ficou ferido quando o sargento, identificado apenas pelo sobrenome Yim, jogou uma granada e disparou tiros contra os militares que se aproximaram dele, de acordo com um funcionário do ministério, que pediu para não ser identificado, citando regras de seu departamento. Segundo o oficial, os soldados atiraram de volta.

Moradores de uma área nas proximidades foram alertados a não deixar suas casas. O chefe da aldeia, Jang Seok-kwon, disse ter ouvido tiros soarem cerca de 10 vezes neste domingo.

Os militares levaram os pais de Yim à floresta, para um ponto distante cerca de 10 km do posto avançado de fronteira, a fim de tentar persuadi-lo a desistir, conforme o funcionário.

Uma autoridade do ministério da Defesa confirmou que Yim era considerado um "soldado protegido e monitorado", o que significa que ele precisava de atenção especial. De acordo com a fonte, as Forças Armadas sul-coreanas atribuem esse status com base em um teste de personalidade periódico feito com militares. Fonte: Associated Press.