NICHOLAS KAMM/AFP
NICHOLAS KAMM/AFP

Trump acusa a Obama de estar envolvido nos protestos contra ele

Em entrevista a um programa de televisão, presidente também falou sobre os vazamentos de informações à imprensa e a atitude do porta-voz da Casa Branca de revisar celulares de funcionários

O Estado de S.Paulo

28 Fevereiro 2017 | 10h24

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira, 28, em um programa de televisão que seu antecessor, Barack Obama, está por trás dos protestos contra ele que vêm sendo realizados pelo país.

Em entrevista ao “Fox & Friends”, Trump falou sobre as manifestações contra legisladores republicanos e os vazamentos de informações do governo para a imprensa. “Creio que o presidente Obama esteja por trás delas. Seu pessoal sem dúvida está envolvido.”

O mandatário garantiu que tem “algumas ideias” sobre quem está divulgando informações sem autorização sobre a nova liderança da Casa Branca e de algumas agências do governo.

Trump também se referiu a uma informação publicada pelo site Politico que garante que o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, revisou os celulares de seus funcionários para garantir que os vazamentos não vinham de seu departamento.

“Sean é um bom ser humano. Eu teria feito de outra maneira, mas estou de acordo com ele”, disse o presidente.

O magnata ainda reconheceu que sua “mensagem não é boa”. “Quando vejo histórias de que Donald Trump não preencheu centenas de cargos (de funcionários públicos nas principais agências), isso é porque, em muitos casos, não queremos preencher esses postos”, disse.

O novo presidente havia prometido reduzir o número de funcionários públicos, mas a imprensa e alguns analistas seguem surpreendidos com a falta de nomes de alto nível para assumir órgãos importantes como o Departamento de Estado e de Defesa. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.