1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Trump critica visita do papa Francisco ao México

- Atualizado: 12 Fevereiro 2016 | 15h 28

Para magnata americano, que lidera corrida republicana à presidência dos EUA, pontífice 'não entende os problemas' de imigração enfrentados pelos EUA

NOVA YORK - O magnata americano e pré-candidato à presidência, Donald Trump, criticou nesta sexta-feira, 12, a visita que o papa Francisco fará ao México de hoje até a próxima quarta-feira. Na sua opinião, o pontífice "não entende os problemas que os EUA enfrentam", uma crítica ao fato de o papa ter anunciado que rezará com imigrantes na fronteira dos dois países.

"Acredito que ele não entenda o perigo da fronteira aberta que temos (hoje) com o México", disse Trump. "Acredito que o México o convenceu a fazer isso (visitar imigrantes na região da fronteira) porque eles têm interesse que a divisa dos dois países permaneça exatamente como é hoje. Eles fazem uma fortuna dessa forma e nós só perdemos."

Donald Trump defende construção de muro entre EUA e México, ao custo de US$ 8 bilhões, paga pelos mexicanos

Donald Trump defende construção de muro entre EUA e México, ao custo de US$ 8 bilhões, paga pelos mexicanos

Francisco anunciou que na próxima semana visitará a região do Rio Grande, no Estado mexicano de Chihuahua, que faz fronteira com El Paso, no México. Lá, ele planeja rezar e mostrar sua solidariedade para refugiados e imigrantes.

Em entrevista à emissora Fox Business Network, Trump - que propõe construir um muro na fronteira dos dois países estimado em US$ 8 bilhões a serem pagos pelos mexicanos - sugeriu que Francisco estava sendo usado como um peão do governo mexicano. "Eu acho que o papa é uma pessoa muito política", disse Trump.

A reforma da imigração nos EUA está no centro das propostas do mais polêmico entre os pré-candidatos republicanos. Trump adota uma linha dura na questão, propondo deportar todos os imigrantes sem documentação que vivem no país e cobrar do México pela construção da barreira entre os dois países.  / NYT

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em InternacionalX