Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional

Internacional » Trump divulga primeiro comercial de televisão para a corrida presidencial de 2016

Internacional

REUTERS/Brendan McDermid

Trump divulga primeiro comercial de televisão para a corrida presidencial de 2016

Propaganda começará a ser veiculada na terça-feira em Iowa e New Hampshire. Vídeo destaca o pedido do pré-candidato de bloquear temporariamente a entrada de muçulmanos aos EUA e uma postura mais forte contra o Estado Islâmico

0

O Estado de S. Paulo

04 Janeiro 2016 | 14h54

WASHINGTON - O pré-candidato republicano à presidência dos EUA Donald Trump divulgou nesta segunda-feira, 4, seu primeiro comercial de televisão para a corrida eleitoral de 2016 à Casa Branca. A peça tem 30 segundos e foca no posicionamento de Trump sobre muçulmanos, imigração e terrorismo.

O comercial começará a ser veiculado na terça-feira em Iowa e New Hampshire, dois Estados importantes na corrida para a nomeação dos candidatos do partido em julho, antes da eleição de novembro, informou a campanha do magnata em nota em seu site oficial.

O vídeo reitera o recente pedido do pré-candidato republicano para bloquear temporariamente a entrada de muçulmanos aos EUA e uma postura mais forte contra o Estado Islâmico e atos de terrorismo.

"Ele rapidamente vai cortar a cabeça do Estado Islâmico e tomar o petróleo do grupo", disse o anúncio, que também reforça os pedidos recorrentes de Trump para construir um muro na fronteira sul dos EUA, pago pelo México, para impedir a imigração ilegal.

"Os políticos podem fingir que é outra coisa, mas Donald Trump o chama de terrorismo radical islâmico e é por isso que defende uma proibição temporária da entrada dos muçulmanos nos EUA", diz o vídeo.

Na propaganda ainda aparecem imagens do presidente democrata Barack Obama e da principal pré-candidata do partido, Hillary Clinton, além do casal muçulmano radicalizado responsável pelo ataque em San Bernardino, Califórnia, em dezembro, que deixou 14 mortos.

Trump lidera as pesquisas públicas de opinião entre os 12 pré-candidatos republicanos que buscam a nomeação para candidatura nacional, embora esteja atrás em algumas sondagens estaduais.

Ele disse na semana passada que planejava gastar pelo menos 2 milhões de dólares por semana para divulgar as propagandas. O montante seria dividido igualmente entre Iowa e New Hampshire. /REUTERS e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.