AP/Andrew Harnik
AP/Andrew Harnik

Trump diz a Abbas que pretende mudar embaixada americana para Jerusalém

Líder palestino respondeu, segundo um porta-voz, que a decisão teria consequências perigosas

O Estado de S.Paulo

05 Dezembro 2017 | 14h14
Atualizado 06 Dezembro 2017 | 16h58

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou o líder palestino Mahmoud Abbas "de sua intenção de transferir a embaixada dos Estados Unidos" em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém, afirmou a presidência palestina após uma conversa telefônica entre os dois líderes.

Aliados alertam Trump para não reconhecer Jerusalém como capital de Israel

Durante esta conversa, Abbas alertou Trump sobre as "consequências perigosas de uma tal decisão para o processo de paz, para a segurança e a estabilidade na região e no mundo", acrescentou em um comunicado a Autoridade Palestina. 

De acordo com a porta-voz de Trump, o republicano pretende comunicar a decisão ao premiê isralense, Binyamin Netanyahu ainda nesta terça. 

A declaração da presidência palestina não deixa claro, no entanto, se Trump informou a Abbas seus planos de iniciar imediatamente a transferência ou se tratou-se apenas de uma declaração de intenção de longo prazo.

Abbas reafirmou sua "firme posição de que não pode haver um Estado palestino sem Jerusalém Oriental como sua capital, de acordo com as resoluções e leis internacionais e a iniciativa de paz árabe", ressalta o comunicado.

Na segunda-feira, Trump decidiu adiar sua decisão sobre uma eventual transferência da representação diplomática americana de Tel-Aviv para Jerusalém, o que consagraria a cidade sagrada como capital de Israel, depois de alertas e telefonemas privados de líderes mundiais e aliados de Washington.  / AFP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.