AFP | SAUL  LOEB
AFP | SAUL LOEB

Trump diz que decisão de juiz permitindo imigrantes é 'ridícula'

Presidente disse no Twitter que medida de 'suposto juiz' que acaba com a proibição a entrada de pessoas de sete países nos EUA é 'ridícula'

Marcelle Gutierrez, O Estado de S. Paulo

04 Fevereiro 2017 | 12h11

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, respondeu neste sábado, 4, pelo twitter, ao bloqueio temporário do juiz de Seattle, James Robart, ao seu decreto de ontem, que proíbe a entrada de imigrantes de sete países de maioria muçulmana no país. Trump disse que a decisão do "suposto juiz" é "ridícula e será anulada".

"Quando um país não é mais capaz de dizer quem pode e quem não pode entrar e sair, especialmente por questões de segurança, é um grande problema", disse Trump, postando na sequência: "Interessante que alguns países do Oriente Médio concordaram com o veto. Eles sabem que certas pessoas permitem a morte e destruição".

"A opinião desse suposto juiz, que essencialmente leva a aplicação da lei longe de nosso país, é ridícula e será anulada", finalizou o presidente dos Estados Unidos.

Mais conteúdo sobre:
Washington Donald Trump Seattle Oriente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.