Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional

Internacional » Trump não retirará acusação nem pedirá desculpas a Obama

Internacional

Kevin Lamarcque/Reuters

Trump não retirará acusação nem pedirá desculpas a Obama

Presidente acusou sem provas o antecessor e foi desmentido por agências de inteligência

0

O Estado de S.Paulo

20 Março 2017 | 16h50

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não pretende retirar a acusação de que seu antecessor na Casa Branca, Barack Obama, ordenou espionar suas comunicações nem pedir desculpas, adiantou seu porta-voz, Sean Spicer, nesta segunda-feira.

Em sua entrevista coletiva diária, ele disse que o presidente manterá sua posição, apesar de o diretor do FBI, James Comey, ter garantido hoje em audiência no Congresso não ter informações que baseiem as acusações de Trump contra Obama. Trump acusou Obama no dia 4 através do Twitter e ainda não apresentou qualquer prova para apoiar isso. 

Em audiência no Congresso, Comey disse ainda que não tem nenhuma informação que prove a colocação de grampos da Trump Tower, como alega o presidente americano. "Não tenho informações que sustentem esses tuítes", afirmou o diretor de FBI.

O chefe da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês), Mike Rogers, que também responde perguntas no Congresso, concluiu que "as alegações de Trump não fazem sentido" e negou que o governo Obama tenha pedido à inteligência britânica para realizar qualquer tipo escuta envolvendo Trump, se referindo a outra acusação do republicano. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.