Dennis M. Sabangan/ Efe
Dennis M. Sabangan/ Efe

Tufão Mirinae deixa 20 mortos nas Filipinas neste domingo

Tempestade segue agora para o Vietnã e o governo do país já orientou a população a abandonar áreas de risco

AE-AP, Agencia Estado

01 Novembro 2009 | 10h28

Uma tempestade tropical deixou pelo menos 20 pessoas mortas nas Filipinas e redondezas, região que ainda sofre da devastação causada por três tempestades recentes. Quatro pessoas estão desaparecidas. O tufão Mirinae vai agora em direção ao Vietnã, devendo atingir a costa central na segunda-feira, 2. O primeiro-ministro do Vietnã, Nguyen Tan Dung, orientou a população a abandonar as áreas de alto risco em cinco províncias costeiras e aos pescadores do Mar do Sul da China para buscar proteção imediatamente.

O Vietnã e as Filipinas ainda recuperam-se do tufão Ketsana, que em setembro causou a pior enchente em Manila, capital das Filipinas, em 40 anos, e matou mais de 160 pessoas no Vietnã. Ketsana e duas tempestades seguintes mataram mais de 900 pessoas nas Filipinas. Cerca de 87 mil pessoas abandonaram suas casas por causa das chuvas e estavam em abrigos temporários durante a passagem do tufão Mirinae. 

 

O tufão não evitou que o país, majoritariamente católico romano, prestasse homenagem ao Dia de Todos os Santos, neste domingo. Multidões foram aos cemitérios, alguns deles de barco em cemitérios inundados. Na província de Rizal, ao oeste de Manila, carregavam velas e flores em barcos em um cemitério que parecia um lago.

Mais conteúdo sobre:
Filipinas tufão Mirinae

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.