1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ucrânia acusa comboio russo de violar acordo

AE - Estadão Conteúdo

22 Agosto 2014 | 07h 52

A Ucrânia disse que 34 caminhões russos que supostamente transportam ajuda humanitária entraram em território controlado pelos rebeldes ucranianos sem serem acompanhados pela Cruz Vermelha, em violação a um acordo entre Kiev e Moscou.

O porta-voz de segurança da Ucrânia, o coronel Andriy Lysenko, disse que, além dos 34 caminhões que já haviam cruzado a fronteira, mais 90 caminhões estavam se movendo em direção ao território ucraniano.

"Nem a alfândega, nem guardas de fronteira, nem os representantes da Cruz Vermelha tiveram permissão para checar ou examiná-los", disse o coronel Lysenko sobre os 90 caminhões.

O porta-voz afirmou que a travessia da fronteira sem acompanhamento da Cruz Vermelha violou um acordo entre Kiev e Moscou. A Ucrânia tinha buscado as negociações entre os chefes militares de Moscou e Kiev sobre a questão, mas a Rússia se recusou, disse o coronel Lysenko.

A resposta da Ucrânia para a travessia da fronteira não estava imediatamente clara. O coronel Lysenko disse que o Ministério de Relações Exteriores da Ucrânia deve publicar uma declaração sobre a situação. Fonte: Dow Jones Newswires.