Ucrânia admite culpa na queda de avião russo

Numa mudança radical em relação à sua posição anterior, o ministro de Defesa da Ucrânia disse nesta sexta-feira que nunca duvidou de que um míssil ucraniano fosse o responsável pela derrubada de um avião de passageiros russo, informou a agência de notícias Interfax. A agência citou o ministro da Defesa, Oleksandr Kuzmuk, que disse acreditar que nunca houve nenhuma outra explicação plausível e que é o momento de descobrir o motivo pelo qual o míssil atingiu o Tu-154 no começo do mês. "Há outras questões: O que causou isto? Qual foi a fatal coincidência de circunstâncias? Todas as autoridades competentes estão trabalhando no momento para descobrir o que houve", garantiu.

Agencia Estado,

19 Outubro 2001 | 17h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.