1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Única mulher entre republicanos, Carly Fiorina abandona corrida presidencial

- Atualizado: 10 Fevereiro 2016 | 19h 12

Carly se destacou nos primeiros debates na TV por seus conhecimentos sobre dados militares e uma articulada defesa contra agressivos comentários sobre sua aparência proferidos por Donald Trump

A empresária Carly Fiorina, ex-presidente da Hewlett-Packard (HP), anunciou nesta quarta-feira, 10, que deixou sua candidatura pela indicação do Partido Republicano para as eleições presidenciais de novembro. Carly era a única mulher na disputa do partido opositor. 

"Ainda que eu suspenda hoje minha candidatura, seguirei viajando por este país e lutarei por aqueles americanos que se negam a se conformar em como as coisas estão", afirmou ela, em um comunicado. "O Partido Republicano deve lutar para acabar com o capitalismo corrupto e responsabilizar a inapta burocracia governamental", afirmou a empresária, de 61 anos. 

Os pré-candidatos na corrida eleitoral dos EUA
EFE/Jim Lo Scalzo
Hillary Clinton, 68 anos, democrata

NA DISPUTA: Além de ter sido primeira-dama, foi senadora pelo Estado de Nova York e a primeira secretária de Estado do presidente Barack Obama, para quem perdeu a disputa interna pela indicação democrata em 2008. Ela permanece na liderança nas pesquisas gerais

Carly é a última aspirante a desistir desde setembro. Ela obteve 4,1% dos votos nas primárias de New Hampshire na terça-feira e 1,9% no caucus de Iowa. Três candidatos abandonaram a corrida na semana passada após o resultado decepcionante em Iowa: Rand Paul, Rick Santorum e Mike Huckabee.

Mais cedo, o governador de New Jersey, Chris Christie, informou que estudava abandonar sua campanha após ter chegado em sexto lugar nas primárias republicanas de New Hampshire. No entanto, ainda não havia emitido um comunicado oficial.  

Carly se destacou nos primeiros debates na TV por seus conhecimentos sobre dados militares e uma articulada defesa contra agressivos comentários sobre sua aparência proferidos por Donald Trump, mas nunca cresceu expressivamente nas pesquisas. Ela havia se posicionado como um contra-peso à democrata Hillary Clinton, que agora será a única mulher na disputa. / AFP 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em InternacionalX