Vai a 13 número de mortos em base militar nos EUA

Uma pessoa ferida na chacina ocorrida ontem em uma base militar no Texas morreu hoje, elevando para 13 o número de mortos no episódio, informou Tyler Broadway, um porta-voz militar. Pelo menos 30 pessoas ficaram feridas, prosseguiu ele. No fim da noite de ontem, autoridades norte-americanas informavam que 12 pessoas haviam morrido e 31 ficado feridas no massacre. A identidade das vítimas não foi divulgada.

AE-AP, Agencia Estado

06 Novembro 2009 | 12h04

O major Nidal Malik Hasan, apontado como o autor do massacre, está no hospital, inconsciente e respirando por aparelhos, segundo informações divulgadas ontem à noite. Hasan, identificado por autoridades norte-americanas como um psiquiatra do Exército, foi baleado quatro vezes depois de abrir fogo na base militar de Fort Hood, por volta das 13h30 locais de ontem.

Ainda não se sabe o que motivou o massacre. Aparentemente, o suposto autor da chacina estaria prestes a ser enviado ao Afeganistão. Ele também já teria manifestado revolta com as guerras travadas pelos Estados Unidos no Iraque e no Afeganistão.

Mais conteúdo sobre:
EUA chacina base militar mortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.