Visita de Lula é 'última chance' do Irã, diz Medvedev

O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, afirmou hoje que a viagem ao Irã do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser a "última chance" para Teerã evitar sanções internacionais por parte da Organização das Nações Unidas (ONU). "Esta pode ser a última chance antes da adoção de decisões apropriadas, dentro do âmbito do Conselho de Segurança", disse Medvedev, em entrevista coletiva no Kremlin, ao lado de Lula. "Eu espero muito que a missão do presidente brasileiro seja coroada de sucesso."

AE, Agência Estado

14 Maio 2010 | 09h45

Ontem, um graduado funcionário do Departamento de Estado dos Estados Unidos deu declarações similares sobre o tema. Lula visitará o Irã neste fim de semana e deve discutir com autoridades locais o polêmico programa nuclear do país.

Potências lideradas pelos EUA defendem uma quarta rodada de sanções ao Irã no Conselho de Segurança. Teerã afirma ter apenas fins pacíficos com seu programa nuclear, mas várias nações temem que o país busque secretamente uma bomba nuclear. O Brasil, que ocupa uma cadeira rotativa no Conselho de Segurança, tem defendido mais negociações com o Irã antes de qualquer sanção. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Irã nuclear Brasil Rússia acordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.