AP Photo/Seth Wenig
AP Photo/Seth Wenig

Morre aos 64 anos Vitaly Churkin, embaixador russo na ONU

Em nota, chancelaria russa disse que diplomata morreu de forma repentina

O Estado de S.Paulo

20 Fevereiro 2017 | 15h30

MOSCOU - O embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin, morreu nesta segunda-feira, 20, aos 64 anos de idade em Nova York, segundo informou a chancelaria russa em comunicado.

"Com grande dor, a Rússia comunica que em 20 de fevereiro, um dia antes de seu 65º aniversário, em Nova York e de maneira repentina, faleceu seu representante na ONU, Vitaly Churkin", afirmou a nota oficial.

"O destacado diplomata russo morreu em seu posto de trabalho. Expressamos nossas condolências a seus familiares e entes queridos", acrescentou a nota.

No comunicado não se informou a causa da morte do diplomata, que representava seu país na ONU desde 2006.

Churkin começou sua carreira diplomática nos anos 1970, e na década seguinte trabalhou na embaixada soviética nos EUA. Além de outros altos cargos diplomáticos, foi embaixador na Bélgica e no Canadá. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Rússia Embaixador ONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.