Assine o Estadão
assine

Internacional

ORMED

Adolescente palestino é morto em possível ataque por vingança

A descoberta de um corpo em um bosque de Jerusalém nesta quarta-feira levantou suspeitas de que um garoto palestino desaparecido tenha sido morto por israelenses em vingança pelas mortes de três adolescentes judeus.

0

JEFFREY HELLER,
REUTERS

02 Julho 2014 | 08h10

Palestinos atiraram pedras contra as forças israelenses em Jerusalém depois da divulgação da notícia, mas não há relatos de ferimentos graves.

Em um comunicado, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pediu à polícia enfaticamente que "investigue rapidamente quem está por trás do repulsivo assassinato e seu motivo". Ele pediu a todas as partes que não "façam justiça com as próprias mãos".

Moradores palestinos de Shuafat, um subúrbio árabe de Jerusalém, disseram à Reuters que tinham visto o adolescente ser forçado a entrar em um veículo diante de um supermercado na noite de terça-feira. Eles o identificaram como Mohammed Abu Khudair, 16 anos.

Uma fonte do setor de segurança disse que Israel suspeita que o jovem tenha sido sequestrado e assassinato possivelmente em vingança pela morte dos adolescentes israelenses, cujos corpos foram encontrados na segunda-feira, cerca de três semanas depois de seu sequestro na Cisjordânia, ocupada por Israel.

O governo israelense diz que militantes do Hamas mataram os rapazes. O grupo islamita nem confirmou nem negou a alegação.

(Reportagem adicional de Ammar Awad, Ori Lewis, Maayan Lubell e Allyn Fisher-Ilan em Jerusalem e Noah Browning e Ali Sawafta em Ramallah)

((Tradução Redação São Paulo; 5511 5644-7731)) REUTERS MTS AC

Mais conteúdo sobre: