1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Adolescente palestino é morto em possível ataque por vingança

JEFFREY HELLER - REUTERS

02 Julho 2014 | 08h 10

A descoberta de um corpo em um bosque de Jerusalém nesta quarta-feira levantou suspeitas de que um garoto palestino desaparecido tenha sido morto por israelenses em vingança pelas mortes de três adolescentes judeus.

Palestinos atiraram pedras contra as forças israelenses em Jerusalém depois da divulgação da notícia, mas não há relatos de ferimentos graves.

Em um comunicado, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pediu à polícia enfaticamente que "investigue rapidamente quem está por trás do repulsivo assassinato e seu motivo". Ele pediu a todas as partes que não "façam justiça com as próprias mãos".

Moradores palestinos de Shuafat, um subúrbio árabe de Jerusalém, disseram à Reuters que tinham visto o adolescente ser forçado a entrar em um veículo diante de um supermercado na noite de terça-feira. Eles o identificaram como Mohammed Abu Khudair, 16 anos.

Uma fonte do setor de segurança disse que Israel suspeita que o jovem tenha sido sequestrado e assassinato possivelmente em vingança pela morte dos adolescentes israelenses, cujos corpos foram encontrados na segunda-feira, cerca de três semanas depois de seu sequestro na Cisjordânia, ocupada por Israel.

O governo israelense diz que militantes do Hamas mataram os rapazes. O grupo islamita nem confirmou nem negou a alegação.

(Reportagem adicional de Ammar Awad, Ori Lewis, Maayan Lubell e Allyn Fisher-Ilan em Jerusalem e Noah Browning e Ali Sawafta em Ramallah)

((Tradução Redação São Paulo; 5511 5644-7731)) REUTERS MTS AC