1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ataque aéreo de Israel mata três comandantes do Hamas em Gaza

O Estado de S. Paulo

21 Agosto 2014 | 07h 49

Mohammed Abu Shammala, Raed al-Attar e Mohammed Barhoum foram mortos no bombardeio a uma casa na cidade de Rafah

Ibraheem Abu Mustafa / Reuters
Palestinos velam líderes do Hamas mortos em Gaza

JERUSALÉM - Israel matou três importantes comandantes do Hamas em um ataque aéreo na Faixa de Gaza nesta quinta-feira,21, no mais claro sinal até o momento da intenção israelense de eliminar a liderança militar do grupo após a tentativa fracassada de matar o principal chefe do braço armado dos militantes nesta semana.

O Hamas, que controla Gaza, identificou os homens como Mohammed Abu Shammala, Raed al-Attar e Mohammed Barhoum, e disse que eles foram mortos no bombardeio a uma casa na cidade de Rafah, no sul. Os três foram descritos como importantes figuras militares do Hamas.

O Exército de Israel e o Shin Bet, serviço secreto interno, confirmaram que dois dos homens foram atingidos, nas baixas mais importantes de líderes do Hamas desde o início da ofensiva militar de Israel em Gaza, em 8 de julho.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, elogiou os serviços de emergência e disse, em comunicado, que os líderes do Hamas "planejaram ataques mortais contra civis israelenses".

Após seis semanas de conflito, em que mais de 2.000 palestinos foram mortos, na maioria civis, os ataques de Israel depois que um cessar-fogo de 10 dias chegou ao fim na terça-feira parecem ter tido foco no braço armado do Hamas,

Na terça-feira, a Força Aérea de Israel bombardeou uma casa no norte de Gaza na tentativa, segundo o Hamas, de matar Mohammed Deif, principal comandante militar do grupo. A mulher de Deif e o filho de sete meses morreram, mas Deif escapou, disse o Hamas.

Após os ataques aéreos desta quinta-feira, centenas de palestinos se reuniram no sul de Gaza pedindo por revanche. / REUTERS