Avalanche mata pelo menos 22 pessoas no norte do Afeganistão

Uma equipe de resgate foi para o vilarejo para buscar por sobreviventes

REUTERS

22 Março 2012 | 11h09

KUNDUZ, AFEGANISTÃO - Uma parede de neve cobriu um vilarejo no nordeste do Afeganistão matando pelo menos 22 pessoas, disseram autoridades nesta quinta-feira, 22, no mais recente incidente de uma série de avalanches que matou mais de 100 pessoas neste mês.

Uma equipe de resgate, incluindo o governador da província, foi para o vilarejo no distrito de Wakhan, na província do Badakhshan, na fronteira com a China, para buscar por sobreviventes e ajudar as vítimas, afirmou o porta-voz do governo da província, Abdul Marof Rasikh.

A avalanche ocorreu na quarta-feira, mas devido à localização remota do vilarejo, a notícia do incidente chegou apenas nesta quinta-feira.

Apesar de avalanches serem bastante comuns nas montanhas do norte e leste do Afeganistão, as mortes deste ano foram particularmente dolorosas para o país que tem experimentado seu pior inverno em décadas.

No início do mês, avalanches mataram pelo menos 45 pessoas na província de Nuristão, perto da fronteira com o Paquistão, enquanto 37 pessoas foram mortas em Badakhshan.

Mais conteúdo sobre:
AFEGANISTAO AVALANCHE MORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.