Bombardeios matam entre 4 e 7 taleban no Afeganistão

Segundo uma das fontes, dois dos insurgentes mortos eram paquistaneses

EFE

26 Maio 2010 | 08h13

CABUL - Entre quatro e sete supostos taleban morreram nesta quarta-feira, 26, em um bombardeio da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) na província oriental afegã de Khost, na fronteira com o Paquistão, segundo diferentes fontes oficiais.

 

O comandante afegão da base das forças conjuntas na província, o general Mohammed Nawab, disse à agência afegã "AIP" que um avião da Isaf atacou um veículo no qual viajavam supostos insurgentes, no distrito de Nadir Shah Kot.

 

A fonte acrescentou que dois dos mortos eram de nacionalidade paquistanesa, e elevou o número de mortos a sete, embora o chefe da Polícia de Khost, Abdul Hakim, tenha assegurado que o bombardeio só causou quatro mortes.

 

Os taleban têm suas principais fortificações no sul e no leste do Afeganistão, onde predomina a etnia pashtun, da qual provêm a maioria dos integrantes da milícia fundamentalista.

 

A cada ano morrem no país milhares de pessoas vítimas da violência e dos combates que de insurgentes contra o Exército afegão e as tropas internacionais desdobradas no Afeganistão.

Mais conteúdo sobre:
Afeganistão taleban insurgentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.