Chefe da polícia iraniana quer maior controle sobre a Internet

Esmail Ahmadi Moghadam diz que medida ajudaria a reduzir os delitos e a combater o tráfico de drogas

Efe,

10 Novembro 2009 | 12h45

O chefe da polícia nacional iraniana, general Esmail Ahmadi Moghadam, pediu ao regime de seu país que exerça um maior controle sobre a internet, para ajudar a reduzir o número de delitos e lutar contra o tráfico de drogas.

 

"A polícia deve ter maior controle sobre os sítios na internet, mas cada vez que sugerimos essa ideia temos que recuar pois os meios de comunicação e intelectuais nos atacam", se queixou Moghadam durante uma conferência realizada em Teerã sobre o tráfico de drogas.

 

O chefe da polícia iraniana, citado nesta terça-feira, 10, pelo diário local Etemad, usou como exemplo a luta contra o narcotráfico, que em sua opinião seria mais efetiva se fosse exercido um maior controle sobre a rede.

 

Moghadam também se referiu às declarações polêmicas realizadas pelo chefe da brigada criminal da polícia iraniana, Asghar Yafari, que pediu a aplicação da pena de amputação e disse que seu pessoal estava disposto a executá-la.

 

"A polícia criminal não aplica castigos e seu dever é unicamente investigar e prender os delinquentes", disse Moghadam.

Mais conteúdo sobre:
controle internet Irã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.