Combatentes do Estado Islâmico e aliados de facção enfrentam-se na Líbia

Confrontos eclodiram na região central da Líbia neste sábado entre combatentes do Estado Islâmico e uma força leal a uma facção baseada em Trípoli, disseram uma autoridade militar e habitantes da cidade.

REUTERS

14 Março 2015 | 16h50

O Estado Islâmico, grupo militante que tomou boa parte dos territórios do Iraque e da Síria, expandiu para a Líbia nos últimos meses, ajudado pelo clima de caos e ausência de leis causado pela luta por controle entre dois governos rivais e seus respectivos aliados.

Apoiadores locais dos militantes executaram um grupo de cristãos egípcios e assumiram a autoria por ataques a um hotel luxuoso, missões estrangeiras e postos policiais na capital Trípoli.

Neste sábado, militantes do Estado Islâmico entraram em confronto com a força al-Shorooq, aliada do governo baseado em Trípoli, instituído pela facção armada Alvorecer da Líbia.

A facção tomou a capital em agosto, forçando o governo reconhecido internacionalmente do primeiro-ministro Abdullah al-Thinni a operar do leste.

(Reportagem de Feras Bosalum e Ahmed Elumami)

Mais conteúdo sobre:
LIBIA ESTADOISLAMICO CONFRONTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.