Dezenove prisioneiros escapam de prisão no Iraque

Patrulhas da polícia se posicionaram pela cidade, que está 250 quilômetros ao norte de Badgá

REUTERS

23 Março 2012 | 10h24

IRAQUE - Dezenove prisioneiros, a maioria com acusações de terrorismo, escaparam de uma prisão temporária na cidade de Kirkuk, no norte do Iraque, por meio de uma janela de ventilação nesta sexta-feira, 23, afirmou uma autoridade do alto escalão da polícia local.

Patrulhas da polícia se posicionaram pela cidade, que está 250 quilômetros ao norte de Badgá, para fazer uma busca pelos fugitivos, afirmaram fontes policiais.

"Dezenove detentos escaparam. Eles removeram o ventilador no banheiro e usaram cobertores para pular da abertura", afirmou o subchefe da polícia, o major-general Torhan Abdulrahman Youssef, à Reuters.

Fontes policiais disseram que o incidente ocorreu por volta das 4h30 locais (22h30 de quinta-feira em Brasília) na principal prisão temporária em Kirkuk, que fica dentro de um complexo policial fortificado.

Youssef disse que foi a primeira vez que um incidente como este aconteceu na cidade.

A violência caiu dramaticamente no Iraque desde o auge do conflito sectarista em 2006 e 2007, mas tiroteios, explosões e outros ataques ainda ocorrem diariamente.

Mais de 30 explosões atingiram cidades e vilarejos pelo Iraque na terça-feira, matando pelo menos 52 pessoas e ferindo cerca de 250, no dia mais sangrento em quase um mês.

Mais conteúdo sobre:
IRAQUE PRISAO FUGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.