Obama recebe Netanyahu para tentar retomar processo de paz

Impasse com palestinos e programa nuclear iraniano devem estar na pauta do encontro, segundo assessores

Reuters,

09 Novembro 2009 | 11h04

O presidente dos EUA, Barack Obama, recebe nesta segunda-feira, 9, em Washington, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, num momento de incerteza a respeito dos esforços americanos para a retomada do processo de paz do Oriente Médio.

 

A reunião deve irritar os palestinos, já frustrados por uma aparente perda de ímpeto do governo Obama na resistência à ampliação dos assentamentos judaicos da Cisjordânia.

 

Sem entrar em detalhes, uma fonte do governo Obama disse que o encontro acontecerá em Washington, onde Netanyahu participa de um fórum de lideranças judaico-americanas. Assessores de Netanyahu dizem que o processo de paz e a questão nuclear iraniana estarão na pauta.

 

Apesar das iniciativas de Obama e de seus enviados, não há uma perspectiva imediata de retomada dos encontros entre líderes israelenses e palestinos. Na semana passada, o presidente palestino, Mahmoud Abbas, acusou Washington de recuar das suas exigências de paralisação das obras nos assentamentos judaicos, e ameaçou não disputar as eleições de janeiro.

 

Tal decisão, se levada a cabo, poderia adiar por vários meses a retomada do processo de paz, já que Abbas é o principal interlocutor palestino do Ocidente.

 

Obama, que antes exigia a paralisação total dos assentamentos, agora pede apenas moderação nas obras, uma posição que segundo os palestinos inviabiliza a retomada das negociações.

 

Netanyahu rejeitava o pedido de Obama para uma suspensão imediata das construções, e diz que o assunto não deve ser precondição para o processo de paz, argumento agora apoiado pelos americanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.