Relatório dos EUA deve ajudar a acalmar crise no Irã, diz AIEA

Um relatório da inteligência dos Estados Unidos sobre as atividades nucleares do Irã deve ajudar a resolver o impasse sobre o programa do país e levar o governo iraniano a cooperar totalmente com a agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU), disse nesta terça-feira o presidente da AIEA. "Essa nova avaliação dos Estados Unidos deve ajudar a neutralizar a atual crise", disse em comunicado o diretor geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Mohamed El-Baradei. "Ao mesmo tempo, isso deve levar o Irã a trabalhar ativamente com a AIEA para esclarecer aspectos específicos do passado e presente de seu programa nuclear... através da implementação de um protocolo adicional." Uma agência de inteligência dos Estados Unidos divulgou na segunda-feira um relatório afirmando que o Irã interrompeu seu programa de desenvolvimento de armas nucleares em 2003. (Por Karin Strohecker)

REUTERS

04 Dezembro 2007 | 12h22

Mais conteúdo sobre:
IRA AIEA RELATORIO EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.