Veja as sanções aplicadas pelo Conselho de Segurança da ONU ao Irã

Última resolução foi aprovada no dia 9 de junho e amplia medidas anteriormente aplicadas

estadão.com.br

20 Maio 2010 | 15h26

A falta de cooperação e de comprometimento do Irã com as políticas de segurança nuclear estabelecidas pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) rendeu à República Islâmica três rodadas de sanções aplicadas pelas resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

 

Saiba mais:

especialEspecial: Os últimos eventos da crise nuclear

especialEspecial: O programa nuclear do Irã

lista Entenda a polêmica envolvendo o Irã

lista Leia a íntegra do acordo de Irã, Brasil e Turquia

 

Atualmente, o Conselho estuda um quarto pacote dessas medidas restritivas, que podem recair sobre a economia e as exportações iranianas. Veja quando e quais foram as resoluções aplicadas contra o Irã e no que as sanções consistem.

 

1º rodada - Resolução 1737 - Dezembro de 2006

 

linkProibiu o Irã de comercializar com qualquer país materiais, equipamentos, bens e tecnologias que poderiam contribuir com o programa nuclear iraniano

 

linkEstabeleceu uma lista de empresas, entidades e pessoas cujos ativos ligados ao programa nuclear foram congelados

 

linkEstabeleceu um novo comitê de sanções para monitorar o cumprimento da resolução.

 

linkDeu um prazo de 60 dias para o Irã abandonar o programa nuclear

 

2º rodada - Resolução 1747 - Março de 2007

 

linkAmpliou a lista de ativos congelados, incluindo outros 28 empresas, instituições e pessoas na relação, inclusive o banco estatal Sepah e companhias administradas pela Guarda Revolucionária

 

linkProibiu o Irã de exportar armas de todo o tipo

 

linkEstabeleceu mecanismos para futuras negociações com o Irã

 

3º rodada - Resolução 1803 - Março de 2008

 

linkRestringiu a importação de todos os itens e tecnologias de "uso dual", tanto para uso pacífico quanto militar

 

linkAmpliou a relação de empresas, instituições e pessoas com ativos congelados ligados ao programa nuclear, acrescentando 25 nomes

 

linkExigiu dos membros da ONU verificar a natureza de suas importações para o Irã para evitar contrabando

 

linkExpandiu restrições financeiras e de viagens a pessoas e companhias ligadas ao programa nuclear

 

4ª rodada - Resolução 1929 - Junho de 2010

 

linkProibiu a venda de várias categorias de armamentos pesados ao Irã, inclusive helicópteros de ataque, mísseis e navios de guerra

 

linkPede que todos os países inspecionem, em portos e aeroportos dentro de seus territórios, cargas suspeitas de conter itens proibidos a caminho do Irã ou vindos do país

 

linkAcrescentou os nomes de 40 empresas iranianas e de um alto funcionário ligado ao programa nuclear iraniano à lista de ativos congelados

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.