“For you, a thousand times over!”

“For you, a thousand times over!”

adrianacarranca

07 de outubro de 2010 | 16h37

Quem leu O Caçador de Pipas, do afegão Khaled Hosseini, compreenderá. Depois de tanto furar com meus queridos e fieis leitores e de tanto prometer voltar ao blog para, em seguida, sumir novamente, gostaria que vocês, mais uma vez (a thousand times over!) me perdoassem. O primeiro turno das eleições tirou as poucas energias que me restavam na sequência do lançamento do livro O Irã Sob o Chador (Ed. Globo).

Pela milésima vez, volto a esse espaço. Mas agora com a vontade renovada de recorrer a este fórum, se não apenas porque os assuntos de que tento tratar aqui são realmente aqueles que me sensibilizam e motivam a continuar trabalhando, também porque, como colocou hoje no Twitter o jornalista e amigo querido José Roberto de Toledo, “este segundo turno vai trazer à tona tudo o que o Brasil tem de pior”. E eu gostaria muito, muitíssimo, que a discussão nesse espaço se concentrasse naquilo que o Brasil, em particular, e o mundo têm e ainda podem ter de melhor!

*

“For you, a thousand times over!” é a frase que Hassan diz ao irmão Amir, quando ele lhe pede perdão. Algo como: “Por você, mil vezes de novo!”, ou seja, sempre!

*

Alguns consideraram O Caçador de Pipas um livro piegas. Eu concordo. Mas ainda assim gosto. Acho que gosto do livro e gosto de piegas – ou, na definição do dicionário, “ridiculamente sensível”. Prefiro substituir a palavra por lirismo, talvez. Prefiro ver o lado bom das coisas. Acho que a gente segue regras demais nesse mundo, leva-se a sério demais; mas ri e se emociona de menos. Bobagem, gente, deixa disso! Se joga! Hoje, eu acordei piegas, sim, ridiculamente sensível. E daí? 🙂

Follow AdrianaCarranca on Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.