Peru recebe ajuda internacional

Peru recebe ajuda internacional

adrianacarranca

16 de agosto de 2007 | 21h06

A Fundação Reuters, braço social da agência de notícias e informações financeiras homônima, possui um site de alerta sobre situações de emergência no mundo, o Alertnet. Traz informações, em tempo real, sobre a situação local e o trabalho das organizações de ajuda humanitária.

Hoje, o site trazia links para as páginas das organizações não-governamentais, como a Oxfam, Operation USA, Plan UK, World Vision e Cruz Vermelha Internacional, envolvidas no atendimento às vítimas do terremoto no Peru, que devastou três cidades onde viviam centenas de milhares de pessoas. Os sites têm links para doações e outras formas de ajuda.

A Cruz Vermelha anunciou o envio de dois aviões, contendo barracas, cobertores e compartimentos para armazenagem de água potável, para a região de Pisco, uma das mais afetadas. Foi criada uma linha aérea, pelo governo peruano, para chegar até as populações que estão em locais onde não há acesso por terra, entre as quais Pisco, além de Ica, Chincha e Cañete, que tiveram mais de 80% da infra-estrutura local destruída.

O governo brasileiro anunciou o envio de medicamentos, tendas e alimentos não perecíveis, mas não divulgou um link ou número de contato para doações. O Itamaraty disponibilizou em seu site apenas números de telefone para brasileiros que queiram informações sobre a situação de familiares no Peru.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.