Por que as babás vestem branco?

adrianacarranca

08 de agosto de 2009 | 18h51

Lancei a pergunta hoje durante o almoço com amigos em um restaurante arborizado, onde as crianças corriam entre as mesas e suas babás atrás delas. Por que babá veste branco? Alguém arriscou: talvez, por higiene? Fosse isso, pais e mães, em constante contato com a criança – pelo menos, é isso o que se espera do pai e da mãe em um agradável sábado de folga – deveriam estar de branco, não? Silêncio. Em casa, sapeei entre sites de babás e bebês, sem encontrar explicação melhor. A questão, portanto, permanece em aberto.

Não sei, mas desconfio de que os patrões vestem as babás de branco para mostrarem que têm babá ou para se diferenciar dela, uma coisa meio Casa Grande & Senzala. A obra de Gilberto Freyre, de 1933, aliás, coloca os escravos como mais importantes que seus donos para a colonização, mais ou menos como, hoje, as babás são mais importantes para a criação dos bebês do que os pais, que até nos fins de semana não dão – ou preferem não dar – conta de sua prole. E eu sempre fico pensando: quem cuida dos filhos das babás enquanto elas cuidam dos filhos dos outros? Quem brinca com seus filhos nos fins de semana enquanto elas distraem os filhos dos outros?

*

Mas, na busca on-line sobre as razões do uniforme branco das babás, encontrei outras curiosidades.

Vocês sabiam que as babás têm apenas 20 dias de férias e não 30? Está no link ‘Direitos das Babás’, do site Supernanny.com.br. Já o site Bebe.com.br traz um guia de boas maneiras para babás. Sugere o uniforme branco como “alternativa funcional”, mas não em casamentos e festas, por favor (ufa!). No item ‘Festinhas de aniversário’, diz o site, “as babás devem comer o que estiver sendo servido aos outros convidados”. Já num restaurante, “ela deve se sentar com os patrões e também pedir um prato”. Gente, precisa mesmo dizer isso???

Estou chocada!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.