Caras amassadas por uma imprensa livre

Caras amassadas por uma imprensa livre

adrianacarranca

11 Maio 2010 | 20h11

predators1predators3predators2

 

Enquanto no Brasil os caras pintadas foram para as ruas pedir a saída do então presidente Fernando Collor, em 1992, a organização Repórteres sem Fronteiras lançou uma campanha  em que as fotos dos presidentes Mahmoud Ahmadinejad, do Irã, Kim Jong Il, da Coreia do Norte, e Muammar Kadafi, da Líbia, na página amassada de uma revista. Eles estão na lista dos 40 maiores “Predadores da Liberdade de Imprensa”, ranking publicado todos os nos pela organização. No ranking desse ano, entrou também Hu Jintao, da China. A campanha, da Saatchi & Saatchi e dos artistas Stephen J. Shanabrook e Veronika Georgieva, inclui ainda um vídeo com o close de uma pessoa amassando lentamente a página sob o slogan: “Somente a imprensa livre pode ferí-los”.