Romance e lazer nos jardins da Pérsia

Romance e lazer nos jardins da Pérsia

adrianacarranca

12 de setembro de 2007 | 13h51

Os jardins são uma tradição da antiga Pérsia e se espalham pelo Irã.

Por causa do calor, têm muita sombra, piscinas e fontes. Eram, originalmente, locais para descansar e renovar o espírito.

Sua arquitetura foi extensamente copiada na região e chegou à Índia. O Taj Mahal é o maior e mais famoso jardim no estilo persa.

Em Teerã, o lazer gira em torno dos imensos jardins urbanos.

As turmas fazem piquenique e alguns levam até barraca de camping para passar o dia, enquanto os casais ensaiam tímidos romances.

Chama atenção a quantidade de crianças. Um iraniano me explica: como só os oficialmente noivos podem ser vistos juntos, os mais jovens e ainda indecisos levam “emprestado” os filhos de amigos para desviar os olhares dos policiais, que pensam tratar-se de uma família e deixam o casal namorar em paz. Inocentes transgressões dos adolescentes!

Leia aqui o Dossiê Irã

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.