Brasileiro na Antártida

Afra Balazina

06 de julho de 2011 | 18h29

O brasileiro que mais passou tempo na base do País na Antártida é o técnico em eletrônica do Inpe Armando Hadano, de 53 anos. Ele estava na primeira expedição oficial que o País fez ao continente gelado no verão de 1982 e 1983, com o navio oceanográfico Barão de Tefé, quando ainda não tínhamos uma base por lá. Desde então, viu muita coisa e tem várias histórias para contar… Acompanhou o desenvolvimento da tecnologia na estação (antes só usavam rádio, hoje já podem usar celular e internet). E também notou mudanças ambientais: menos gelo e pinguins, por exemplo.

Hadano também passou por um momento dramático na Antártida: sofreu um infarto. Como ele diz, teve a sorte de ter helicóptero na base para socorrê-lo (foi primeiro até a base chilena, mais equipada, depois para um hospital em Punta Arenas).

A matéria completa está aqui: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110703/not_imp740062,0.php

As imagens que ele captou em suas andanças pela neve são sensacionais, como podem ver! Queria compartilhar aqui com vocês do blog.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.