Cidades das flores

Afra Balazina

15 Setembro 2011 | 10h49

 

 

 

 

Victoria, com hotel The Empress ao fundo

 

 

 

 

Restaurante em Victoria

 

 

 

 

Jardim perto do Monte Robson, ponto culminante das Rochosas

 

 

 

 

Jasper, no meio das Montanhas Rochosas

 

 

 

 

Jardim italiano no Butchart Gardens

 

 

 

 

Jardim das Rosas, no Butchart Gardens

 

 

 

 

Parque Butchart Gardens, na Grande Victoria

 

 

 

 

Victoria, onde nasceu a cultura de espalhar flores pelas ruas no Canadá

 

 

 

 

Parque Queen Elizabeth, em Calgary

Em Calgary, onde vi pela primeira vez esses arranjos espalhados pelas ruas

 

 

 

 

 

 

 

 

Como alguns de vocês já devem saber, sou de uma cidade do interior de SP chamada Holambra, conhecida como a “cidade das flores”. É lá que ocorre neste mês de setembro a Expoflora, maior feira de flores da América Latina.

Mas confesso que fiquei acanhada ao ver tantas flores em diversas cidades do Oeste do Canadá por onde passei em minhas férias – nenhum desses lugares tinha o apelido de “cidade das flores”! Era verão, fazia muito sol e as áreas urbanas tinham em comum a exposição de arranjos redondos enormes, de cores alegres, em parques, ruas e em frente a lojas e restaurantes. Vi muitas flores de tipos e cores incomuns, e fiz algumas fotos para compartilhar com vocês.

Mas o lugar mais incrível sem dúvida foi Victoria. Dizem que a cidade iniciou essa mania de fazer os arranjos redondos no país, o que acabou sendo seguido por outros lugares. E é na Grande Victoria que fica o jardim famoso Butchart Gardens. Robert Butchart mantinha uma fábrica de cimento e retirava areia do local. Sua esposa, Jennie, teve a ideia de fazer um jardim no buraco para revitalizar a área. Deu tão certo que o chamado Sunken Garden começou a receber visitas de amigos dos amigos da família Butchart, até que ela passou a cobrar entrada (vale o ingresso, de US$ 30!).

Depois, aos poucos, outros jardins foram sendo criados: um japonês, um italiano e um belíssimo apenas com rosas. Quem quiser saber mais e ver imagens, é possível fazer um tour virtual pelo site www.butchartgardens.com

Gostaria muito que Holambra tivesse pelas ruas e praças o tanto de flores que vi nos municípios canadenses. De São Paulo infelizmente não espero muita coisa, mas uma instância turística como Holambra deveria cuidar melhor do seu visual!