Invasão brasileira

Afra Balazina

09 de dezembro de 2009 | 12h07

Não é novidade que a delegação brasileira é maior do que a dos outros países. Ouve-se português por todos os lados do Bella Center, onde acontece a conferência do clima, mas também nos restaurantes, no metrô e no trem.

Porém, é interessante verificar a diversidade do grupo do Brasil na COP 15. De um lado, é possível cruzar com o presidente da Sociedade Rural Brasileira e, de outro, com integrantes do MST. Isso sem falar em Gilberto Gil – ele até teve de posar para fotos por aqui…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.