Não há “planeta B”

Afra Balazina

13 de dezembro de 2009 | 19h13

Acompanhei uma mega manifestação em Copenhague que contou com pessoas de diversos países e teve a participação das principais ONGs de clima, como Greenpeace, WWF, Oxfam e muitas outras. Mesmo com a sensação térmica de -1ºC,  a marcha reuniu ao menos 30 mil pessoas, segundo a Polícia, ou 100 mil, segundo os organizadores.  

Manifestantes passam seu recado durante a marcha

Manifestantes passam seu recado durante a marcha

Vários recados foram dados durante a caminhada:

“Não existe planeta B”

“Parem de derreter a vida, salvem o Himalaia”

“Mude os políticos, não o clima”

“Mantenha a Amazônia viva”

O enfermeiro Peter Malmio, de 34 anos, trouxe o filho de oito meses para a marcha. “Quero que meu filho tenha um lugar para viver . Mas os governantes gostam de remediar em vez de prevenir”, disse.

E o advogado Brandon Cumming, ligado à Biological Conservation, vestia uma perfeita fantasia de urso polar. Ele criticou o governo americano: “Obama tem um discurso diferente de Bush, mas as ações têm sido as mesmas”. Ele também passou sua mensagem:

Manifestante perto do Bella Center, onde ocorre a COP 15

Manifestante perto do Bella Center, onde ocorre a COP 15

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.