AO VIVO, AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS NA FRANÇA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

AO VIVO, AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS NA FRANÇA

andreinetto

22 de abril de 2012 | 13h59

Eleições na França 2012

20h25

O instituto TNS Sofres, para rede TF1, indica #Hollande com 28,6% contra #Sarkozy 27%. Marine Le Pen fecharia com 19%. Euforia no QG da UMP em Paris. Festa também no PS. Seguimos acompanhando.

20h13

Para atualizarmos, as primeiras constatações:

François #Hollande e Nicolas #Sarkozy estão no segundo turno na França. Boca-de-urna: 28,40% x 25,50% segundo France2.

Marine Le Pen chega aos 20%! Extrema direita é a grande surpresa da eleição 2012.

Resultados da rede TF1 diferem um pouco e indicam diferença menor. Vamos comentar em instantes.

Festa no comitê de Sarkozy com o resultado esperando para a extrema direita.

Se se confirmar o resultado de Marine Le Pen, expectativa na eleição será relançada na França.

Hollande superou o escore de Mitterrand em 1981. Sarkozy perde votos em relação a 2007.

Extrema direita teria feito quase o dobro de votos da extrema direita. O equilíbrio da eleição terá de ser revisto.

19h45

Estou voltando neste momento à sala em que se concentram os militantes da UMP e do presidente, Nicolas Sarkozy. De lado, sigo tuitando (@andreinetto) e volto ao blog em alguns minutos, já para comentar o resultado.

19h44

Ségolène Royal, ex-candidata à presidência pelo PS em 2007 e ex-mulher de François Hollande, fez declarações à imprensa há pouco dizendo que é preciso “compreender” os eleitores da Frente Nacional. Surpresas à vista às 20h.

19h42

Rumores no Partido Socialista indicam que o escore de Marine Le Pen, a candidata do partido de extrema direita Frente Nacional, seria histórico, superando todas as campanhas de seu pai, Jean-Marie Le Pen. A verificar nos próximos minutos.

De acordo com o jornal Le Monde, a secretária-geral do PS, Martine Aubry, teria deixado a reunião em videoconferência com Hollande. Estaria preocupada com o escore recorde de Le Pen. 19h39

Segundo o jornal Le Monde, Hollande está reunido desde as 18h com o conselho geral de sua campanha, com a participação de sua segunda mulher, a jornalista Valérie Trierweiler (aquela que para os militantes socialistas substituirá Carla Bruni como primeira-dama). Estão ainda o diretor-adjunto de campanha, Aquilino Morelle, dirigentes do PS e alguns jornalistas da imprensa francesa convidados. A reunião acontece por videoconferência entre Tulle, sua cidade, e a sede do PS em Paris. O candidato socialista deve discursar às 20h30, antes, portanto, de Nicolas Sarkozy.

19h33 em Paris

Sala lotada de militantes de Nicolas Sarkozy, que não parecem intimidados com a perspectiva de derrota neste primeiro turno. Na sede do PS, o ambiente também deve estar festivo, e provavelmente mais feliz, é claro

19h22 em Paris

Corrigindo: François Hollande viria a Paris, mas vai discursar no Centro Cultural e Esportivo da cidade de Tulle, onde ele votou. Segundo o jornal Le Monde, o ambiente é calmo. Algumas centenas de militantes esperam o candidato.

19h18 em Paris

“On va gagner” e “Nicolas président” gritam militantes no QG de Nicolas Sarkozy.

19h15 em Paris

O site da revista eletrônica Slater, www.slater.fr, publica uma página com as melhores fotos da campanha eleitoral na França. As imagens valem a pena.

19h12 em Paris

O dia de eleições foi tranquilo em Paris, como de praxe. Não houve campanha e os eleitores votaram sem pressa. Ao meio dia, o  Ministério do Interior divulgou o percentual de eleitores que já haviam comparecido às urnas: 28,29%, contra 30,8% em 2007. Às 17h, a participação nas eleições chegou a 70,59%, menor que em 2007 (73,87%) e maior que em 2002 (58,45%). Segundo o instituto Ifop, a perspectiva é de que mais de 80% dos eleitores inscritos nas listas eleitorais compareçam às urnas.

19h07 em Paris

Sarkozy, Hollande e todos os demais candidatos à presidência votaram pela manhã. O presidente vai aguardar o resultado do primeiro turno no Palácio do Eliseu, ao lado de seus conselheiros. Às 21h, deve se pronunciar aos jornalistas e aos militantes da UMP, aqui na Maison de la Mutualité, em Paris. Hollande está vindo de sua terra natal, a Corrèze.

19h05 em Paris

Esses números me foram informalmente confirmados na sede do Partido Socialista, na Rue Solférino, em Paris. Resta esperar pela divulgação das primeiras estimativas oficiais, sempre muito precisas, às 20h.

19h03 em Paris

A rede de TV belga RTBF publicou duas pesquisas de opinião com eleitores que acabaram de votar na França. Os primeiros resultados indicam a provável vitória de François Hollande, com 28%, contra 26% de Nicolas Sarkozy.

19h01 em Paris

Pela lei eleitoral da França, a campanha oficial foi encerrada na meia noite de sexta-feira. Desde então, a imprensa francesa está impedida de veicular qualquer entrevista ou mensagem dos candidatos, assim como pesquisas de opinião. Mas em tempos de internet, a proibição vale muito pouco. A seguir, as primeiras estimativas, publicadas pela imprensa da Bélgica, que acompanha as eleições com atenção.

19h em Paris

Nicolas Sarkozy ou François Hollande? Mais de 40 milhões de eleitores definirão hoje quem serão os dois candidatos classificados no primeiro turno das eleições presidenciais na França. O favoritismo cabe a Hollande, candidato do Partido Socialista (PS, centro-esquerda), em ligeira vantagem em relação a Sarkozy, atual presidente, líder da União por um Movimento Popular (UMP, centro-direita) e candidato à reeleição. Outros oito candidatos estão no páreo.
Dentro de uma hora, conheceremos o resultado das pesquisas de boca-de-urna. A partir de agora, fazemos a cobertura, com os principais fatos e algumas análises ao vivo feitas aqui de Paris, da Maison de la Mutualité, QG de Nicolas Sarkozy.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: