A presidente Cristina Kirchner terá um mês de licença por hematoma no crânio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A presidente Cristina Kirchner terá um mês de licença por hematoma no crânio

arielpalacios

06 de outubro de 2013 | 01h17

A presidente Cristina Kirchner terá um mês de licença por um hematoma no crânio. Na foto acima, do dia de sua segunda posse (10 de dezembro de 2011), Cristina está à direita, com a faixa presidencial. Do lado esquerdo, celebrando a cerimônia, o vice-presidente Amado Boudou, economista de passado neoliberal acusado de vários casos de corrupção. Os médicos ordenaram neste sábado à presidente que “não faça esforços intelectuais” durante um mês. No dia 27 o governo enfrentará decisivas eleições parlamentares.

O porta-voz de Cristina Kirchner, Alfredo Scoccimarro, anunciou neste sábado à noite que a presidente argentina ficará de licença médica durante um mês devido a um hematoma no crânio. Scoccimarro causou surpresa ao avisar que Cristina sofreu um traumatismo craniano no dia 12 de agosto, um dia após as eleições primárias simultâneas e obrigatórias, quando o governo sofreu sua pior derrota nas urnas em uma década. O porta-voz da Casa Rosada, o palácio presidencial – que não explicou as circunstâncias do traumatismo – indicou que na época Cristina fez uma tomografia que indicou um resultado “normal” e que posteriormente não havia tido sintomas.

No entanto, ontem de manhã a presidente foi assolada por fortes dores de cabeça. Na seqüência foi levada ao Hospital Fundação Favaloro, onde passou por uma série de exames entre as 12:00 e as 21:00 horas. Nos primeiros momentos o governo não confirmava a internação de Cristina nesse hospital. Mas, no fim da noite, Scoccimarro anunciou oficialmente o comunicado médico, no qual informa que a presidente passou por “avaliações neurológicas” e que os especialistas chegaram ao diagnóstico de uma “coleção subdural crônica” (um acúmulo de sangue entre duas membranas do cérebro).

Cristina Kirchner passará a presidência da República ao vice-presidente, Amado Boudou, economista de passado neoliberal e roqueiro amador nas horas vagas (e não tão vagas) que nos últimos dois anos tornou-se suspeito de uma série de escândalos de corrupção.

O relatório médico indica que a presidente Cristina deverá manter estrito repouso durante um mês e que não poderá fazer “esforços intelectuais”.

A licença de Cristina Kirchner coincide com a reta final da campanha das decisivas eleições parlamentares, marcadas para o dia 27 de outubro, terceiro aniversário da morte do ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007).

Em dezembro de 2011, dois meses após ser reeleita, o governo anunciou que Cristina padecia de câncer na tireóide e que deveria ser operada no Hospital Austral, instituição privada vinculada à Opus Dei. Três dias após a cirurgia, feita no dia 4 de janeiro, a Casa Rosada teve que admitir que, ao contrário do anunciado, a presidente não tinha câncer.

No entanto, nos últimos anos, a saúde de Cristina foi marcada por constantes lipotimias (pré-desmaios).

O vice-presidente Boudou, que estava de visita no Brasil, voltou ontem à Buenos Aires às pressas.

O governo Kirchner sofreu sua pior derrota eleitoral no dia 11 de agosto, quando, durante as eleições primárias simultâneas e obrigatórias, somente obteve 26% dos votos. A oposição, embora fragmentada, aglutinou em conjunto, 74%.

As pesquisas indicavam até este fim de semana que um cenário similar se repetiria nas eleições parlamentares do dia 27.

hirschfeldfarrago3PERFIL: Ariel Palacios fez o Master de Jornalismo do jornal El País (Madri) em 1993. Desde 1995 é o correspondente de O Estado de S.Paulo em Buenos Aires. Além da Argentina, também cobre o Uruguai, Paraguai e Chile. Ele foi correspondente da rádio CBN (1996-1997) e da rádio Eldorado (1997-2005). Ariel também é correspondente do canal de notícias Globo News desde 1996.

Em 2009 “Os Hermanos recebeu o prêmio de melhor blog do Estadão (prêmio compartilhado com o blogueiro Gustavo Chacra).

passaro4 Acompanhe-nos no Twitter, aqui.

blog1vinhetalendonewsstand4 …E leia os supimpas blogs dos correspondentes internacionais do Estadão:

E, the last but not the least, siga o @inter_estadão, o Twitter da editoria de Internacional do estadão.com.br .
Conheça também os blogs da equipe de Internacional do portal correspondentes, colunistas e repórteres.
E, de bonus track, veja o Facebook  da editoria de Internacional do Portal do Estadão,aqui.
.………………………………………………………………………………………………………………………………………………….
Comentários racistas, chauvinistas, sexistas, xenófobos ou que coloquem a sociedade de um país como superior a de outro país, não serão publicados. Tampouco serão publicados ataques pessoais aos envolvidos na preparação do blog (sequer ataques entre os leitores) nem ocuparemos espaço com observações ortográficas relativas aos comentários dos participantes. Propaganda eleitoral (ou político-partidária) e publicidade religiosa também serão eliminadas dos comentários. Não é permitido postar links de vídeos. Os comentários que não tiverem qualquer relação com o conteúdo da postagem serão eliminados. Além disso, não publicaremos palavras chulas ou expressões de baixo calão (a não ser por questões etimológicas, como background antropológico).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.