Hasta la Victoria! (descendência, um pouco de Quino e como conheci o tetraneto do descobridor de Tróia)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Hasta la Victoria! (descendência, um pouco de Quino e como conheci o tetraneto do descobridor de Tróia)

arielpalacios

06 Setembro 2011 | 23h05

 

Várias Victorias: desde a rainha Victoria até o “hasta la victoria siempre!” do Che Guevara. Agora, mais uma Victoria integra esta complicada – mas divertidíssima – espécie humana.

Os Hermanos interrompe sua programação normal e passa – brevemente – a ser “Os Hermanos kids”…

Amigas e amigos, comentaristas e leitores,

Queria compartilhar com vocês esta notícia:

– Finalmente, na 3afeira dia 16 de agosto, no dia de nascimento de Madonna, Charles Bukowski e Lawrence da Arábia, veio ao mundo Victoria Palacios De Paoli , a “rebenta” curitibano-londrinense-portenha.

Poucos parentes e amigos souberam sobre esta gravidez, que foi inesperada (virei pai, pela primeira vez, aos 45 anos!) e complexa desde o início.

Sei que nestes tempos de twitter e blogs, deveria ter avisado antes. Mas, a correria dos exames, o parto, a incubadora, recuperação da Miriam da operação, etc, colocou o ato de twittear, emailear ou bloguear esta notícia em um segundo plano.

Jornalisticamente falando, Victoria, que nasceu bastante antes do fechamento do dia e horário previsto da primeira edição uterina, ficou na incubadora duas semanas e meia. Mas, já está em casa desde este fim de semana, cada vez mais rechonchudinha.

No hospital, no meio das horas acompanhando a bebê na sala das incubadoras, conheci outro pai, Hernán Schliemann, que, além de excelente pessoa, era o tetraneto argentino do arqueólogo Heinrich Schliemann, que descobriu a mítica Tróia na segunda metade do século XIX. As conversas sobre o arqueólogo amainaram aquelas horas complicadas.

E, falando em Tróia – e lembrando de Ulisses tentando voltar para Ítaca mas atrapalhado por uma miríade de pit-stops imprevistos pelo Mediterrâneo – tentarei voltar à normalidade blogueira.

Farei todos os esforços, até porque entraremos em um interessantíssimo período eleitoral e de posse presidencial entre outubro e dezembro. Mas, saibam compreender que, se volta e meia as postagens ficarem escassas (bem como as respostas aos comentários), deve-se à boa causa de trocar as fraldas e dar a mamadeira.

Abraços,

Ariel

…E uma seleção musical que preparei para embalar Victoria em seu berço, que começa com Clair de Lune, de Claude Debussy, interpretado por Jascha Heifetz. O link do Youtube, aqui.

E um diálogo da Mafalda de Quino para o qual todo o pai de uma eventual futura Mafaldita deve estar preparado…

E lembrei desta frase de Susanita, tentando sintetizar o planeta, ou melhor, a Humanidade: “todos son hijitos o padres y madres de alguien…”

E aqui, o bebê emblemático da tirinha de Quino, Guille:

 hirschfeldfarrago3PERFIL: Ariel Palacios fez o Master de Jornalismo do jornal El País (Madri) em 1993. Desde 1995 é o correspondente de O Estado de S.Paulo em Buenos Aires. Além da Argentina, também cobre o Uruguai, Paraguai e Chile. Ele foi correspondente da rádio CBN (1996-1997) e da rádio Eldorado (1997-2005). Ariel também é correspondente do canal de notícias Globo News desde 1996.

Em 2009 “Os Hermanos recebeu o prêmio de melhor blog do Estadão (prêmio compartilhado com o blogueiro Gustavo Chacra).

passaro4 Acompanhe-nos no Twitter, aqui.

blog1vinhetalendonewsstand4 …E leia os supimpas blogs dos correspondentes internacionais do Estadão:

E, the last but not the least, siga o @inter_estadão, o Twitter da editoria de Internacional do estadão.com.br .
Conheça também os blogs da equipe de Internacional do portal correspondentes, colunistas e repórteres.
 
E, de bonus track, veja o Facebook da editoria de Internacional do Portal do Estadão, aqui. 
 
 ………………………………………………………………………………………………………………………………………………….
Comentários racistas, chauvinistas, sexistas, xenófobos ou que coloquem a sociedade de um país como superior a de outro país, não serão publicados. Tampouco serão publicados ataques pessoais aos envolvidos na preparação do blog (sequer ataques entre os leitores) nem ocuparemos espaço com observações ortográficas relativas aos comentários dos participantes. Propaganda eleitoral (ou político-partidária) e publicidade religiosa também serão eliminadas dos comentários. Os comentários que não tiverem qualquer relação com o conteúdo da postagem serão eliminados. Além disso, não publicaremos palavras chulas ou expressões de baixo calão (a não ser por questões etimológicas, como background antropológico).