Kirchner em epiderme parlamentar (e filme de amor)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Kirchner em epiderme parlamentar (e filme de amor)

arielpalacios

06 de dezembro de 2011 | 18h15

Kirchner discursa perante um microfone. Esta imagem é a tatuagem que o parlamentar M.Funes começou a ostentar há poucos dias.

O ex-presidente Nestor Kirchner (2003-2007) estará presente na epiderme do deputado Miguel Funes enquanto estiver vivo. A não ser que a tecnologia dermatológica evolua, o parlamentar – militante de “La Cámpora”, a juventude kirchnerista – ostentará para sempre a efígie monocromática de Kirchner em uma tatuagem em um de seus braços.

Funes, que declara idolatria pelo ex-presidente morto em outubro do ano passado, sustenta que Kirchner protagonizou uma “tatuagem política” em toda a Argentina.

“Considero que Néstor (Kirchner) marcou todos nós. Ele, de alguma forma, nos tatuou. Todos temos uma lembrança indelével dele. Eu precisava tê-lo em minha pele”, explica o jovem deputado sobre a marca indelével em seu corpo.

E já que o assunto é esse, “Tatuaje”, uma “copla” de 1941, interpretada por Concha Piquer:

A mesma canção, por Ana Belén, em 1999:

A figura de Kirchner, além de tatuagem de parlamentar, será protagonista de filme de amor. O anúncio foi realizado pelo diretor argentino Pablo Yotich durante o Festival de Havana, Cuba, que disse que o longa-metragem, que está em etapa de pré-produção. A obra, “Balada de um povo”, contará o surgimento do romance de Néstor e Cristina nos anos 70, quando ambos eram estudantes de Direito na Universidade de La Plata.

Yotich ressaltou que pretende “refletir a vida de dois jovens apaixonados um pelo outro, com as mesmas convicções e ideais políticos”. Segundo ele, o filme não pretende ser uma “épica”. O diretor quer que a filha de Diego Armando Maradona, Dalma Maradona, seja uma das protagonistas do filme, embora não tenha dito se ela feria o papel de Cristina.

 

Presidente Chávez debuta no mundo das artes plásticas com quadro de Kirchner (e com o autor incluído). Abaixo, detalhe da obra.

ARTE BOLIVARIANO – O presidente Hugo Chávez também usou a figura de Néstor Kirchner para mostrar ao mundo que possui aspirações de ser artista plástico. Na semana passada, em Caracas, durante a visita da viúva, Cristina, mostrou um grande espaço do palácio presidencial de Miraflores que foi batizado com o nome de “Salão Nestor Kirchner”, decorado com vários quadros alusivos ao ex-presidente e símbolos da Argentina.

Ao ver a tela na qual aparecia Kirchner em primeiro plano, de perfil, e com o próprio Chávez auto-retratado no quadro (em segundo plano) Cristina arregalou os olhos, surpresa com a pintura.

O líder boliviariano, rapidamente explicou que era o autor da obra pictórica que ali estava pendurada. “Pintei-o (Kirchner) para você, minha querida”, disse Chávez, exibindo um quadro de estilo realista convencional, sem toques revolucionários.

O OUTRO KIRCHNER

O outro Kirchner. Neste caso,o pintor suíço Ernest Ludwig Kirchner, que fez este felino entre 1924 e 1926. E abaixo, uma gravura de Kirchner intitulada “Cavalheiro com cãozinho no colo”.

Nascido em 1880 em Aschaffenburg, foi um expressionista que fundou a sociedade artística Die Brücke (A Ponte). E.Kirchner, que fez carreira na Alemanha, foi perseguido pelos nazistas. Sua obra foi considerada “degenerada” pelo Terceiro Reich, cometeu suicídio em 1938, quando estava mentalmente perturbado.

Néstor Kirchner e Ernesto Kirchner – apesar do mesmo sobrenome – não são parentes.

Acima, foto de Kirchner, Ernst. Não Néstor. Ernst.

 

 hirschfeldfarrago3PERFIL: Ariel Palacios fez o Master de Jornalismo do jornal El País (Madri) em 1993. Desde 1995 é o correspondente de O Estado de S.Paulo em Buenos Aires. Além da Argentina, também cobre o Uruguai, Paraguai e Chile. Ele foi correspondente da rádio CBN (1996-1997) e da rádio Eldorado (1997-2005). Ariel também é correspondente do canal de notícias Globo News desde 1996.

Em 2009 “Os Hermanos recebeu o prêmio de melhor blog do Estadão (prêmio compartilhado com o blogueiro Gustavo Chacra).

passaro4 Acompanhe-nos no Twitter, aqui.

blog1vinhetalendonewsstand4 …E leia os supimpas blogs dos correspondentes internacionais do Estadão:

E, the last but not the least, siga o @inter_estadão, o Twitter da editoria de Internacional do estadão.com.br .
Conheça também os blogs da equipe de Internacional do portal correspondentes, colunistas e repórteres. 
E, de bonus track, veja o Facebook da editoria de Internacional do Portal do Estadão, aqui. 
.………………………………………………………………………………………………………………………………………………….
Comentários racistas, chauvinistas, sexistas, xenófobos ou que coloquem a sociedade de um país como superior a de outro país, não serão publicados. Tampouco serão publicados ataques pessoais aos envolvidos na preparação do blog (sequer ataques entre os leitores) nem ocuparemos espaço com observações ortográficas relativas aos comentários dos participantes. Propaganda eleitoral (ou político-partidária) e publicidade religiosa também serão eliminadas dos comentários. Não é permitido postar links de vídeos. Os comentários que não tiverem qualquer relação com o conteúdo da postagem serão eliminados. Além disso, não publicaremos palavras chulas ou expressões de baixo calão (a não ser por questões etimológicas, como background antropológico).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.