As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mais lunfardo portenho

arielpalacios

17 de março de 2009 | 16h07

Mais Lunfardo (“gíria”, para argentinos e uruguaios) portenho. Hoje veremos duas palavras utilizadas com assiduidade: “chorro” e “hinchapelotas”.

Chorro – Ladrão. Pode ser usado para designar o batedor de carteira como para o ladrão de alto nível. Exemplo: “El diputado Juan Atilio Piantadini es un gran chorro” (o deputado Juan Atilio Piantadini é um grande ladrão). Ou, como no tango “Chorra!”, de Enrique Santos Discépolo, cuja letra dizia: “Hoy me entero que tu mamá / noble viuda de un guerrero / fue la chorra de más fama / que ha pisado la Treinta y Seis” (Hoje fico sabendo que tua mamãe / nobre viúva de um guerreiro / foi a ladra de maior fama / que colocou os pés na Trinta e Seis). A Trinta e Seis é a delegacia Número 36 de Buenos Aires.

Hinchapelotas – Pessoa que proporciona hipertrofia escrotal em outrem. Indivíduo que possui a capacidade de esgotar rapidamente a paciência do próximo. Aquele que exerce uma chatice anabolizada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.